Sopa de Tomate com Requeijão

Uma das minhas sopas de infância….

A minha mãe, sendo também ela alentejana, fazia-a imensas vezes regando o pão com o caldo de cores vibrantes e, a cada colherada, sentíamos todo o sabor de uma sopinha bem quentinha e reconfortante.
 
Esta é a minha versão, bem diferente, para o evento… Dia Um…Na Cozinha.
 
 
 
 
300 g de tomates cereja
1 lata pequena de tomates inteiros

3 dentes de alho, descascados e picados
1 talo de aipo
Raminhos de poejos e hortelã
5 colheres de sopa de azeite extra-virgem
1 cebola
Fatias grossas de pão Alentejano com 2/3 dias (quanto mais duro melhor)

 
 
 

Pré-aqueça o forno a 180º.

Pique os poejos e a hortelã, e envolva no tomate juntamente com 1 dente de alho picado, duas colheres de sopa de azeite e polvilhado com sal e pimenta.
Leve ao forno a assar por cerca de 20 minutos.

 

Enquanto isso, coloque o alho e o azeite restantes numa panela grande com mais uns raminhos de poejos, refogue por 2-3 minutos.
Despeje a lata de tomate, a mesma quantidade da lata, em água e o talo de aipo em pedaços. Com a ajuda de uma colher, esmague os tomates e deixe ferver.
Reduza o lume, e deixe a sopa cozinhar por cerca de 20 minutos.
Entretanto, retire os tomates cereja do forno e adicione-os inteiros, à sopa.
Reduza o lume mais um pouco e junte o pão, cortado em pedaços grossos.
Deixe a sopa ferver por mais 8/10 minutos.
Prove e tempere a gosto, adicionando mais sal e pimenta se desejar.
Retire do lume e sirva de  imediato, polvilhada com o requeijão Tété, esfarelado.

Uma sopa super aconchegante para estes dias frio de inverno!
Beijinhos e bom fim de semana!
Anúncios

Ovos Mexidos com Tomate à Moda da Lídia

Ás vezes (ou quase sempre), é nas coisas mais simples e básicas que ganhamos um tesouro e neste caso, uma receita para a nossa felicidade.
Um dia destes a querida amiga que muito prezo a Lidia Gois,(uma menina Açoriana), partilhava no facebook as receitas que tinha acabado de fazer naquele dia e falou entre outras, nos seus ovos mexidos com tomate. Bem sei que à primeira vista, nada teriam de curioso ou complicado de saber  mas mesmo assim o meu ouvido ficou alerta, a curiosidade aguçada e, quando lhe procurei pela receita ela logo generosamente a partilhou comigo e é com a sua autorização que aqui a partilho hoje também com muito carinho e dizer que estes ovinhos hummmmm me souberam pela vida.
Quando lhe mostrei a foto ela disse que estavam iguaizinhos aos dela e ainda mais feliz fiquei…

Querem então a receita?

Colocar água a ferver, a suficiente para colocar sobre os tomates (eu usei 3) de modo a mais facilmente lhes retirar a pele. Retirar também as sementes e picá-los ou espremê-los grosseiramente. 
Para uma frigideira picar uma cebola miudinha e um ou dois dentes de alho e refogar num pouco de azeite. 
De seguida juntar o tomate e tiras finas de pimento (este ingrediente foi opção minha) e deixar cozinhar até começar a ficar sequinho. 
Esfarelar um pouco de pão duro e juntar ao refogado de tomate. Temperar de sal e pimenta. 
Bater 2 ovos e juntar ao preparado e mexer até conseguir a consistência desejada. Retificar de sal e já está.

Obrigada minha querida amiga Lidia pela receitinha. Mais uma que vou guardar com muito carinho no baú das coisas boas e dos tesouros valiosos dado por uma amiga que muito prezo, estimo e respeito, beijinhos!

Açorda de Camarão com Salmão Fumado e Especiarias

BOA TARDE!
Hoje comemora-se o Dia Internacional da Felicidade, sabiam?

Hoje a receita que partilho faz a minha felicidade, adoro açordas como já devem saber e aqui está mais uma.
Aqui em casa tenho quase sempre salmão fumado (o marido adora) e depois dá para usar em muitas receitas (tartes, pizzas, quiches, croquetes,etc.)
Espero que gostem da ideia  e experimentem.

E por falar em experimentar serviu também para usar os novos Sabores do Mundo da Margão, neste caso o da Itália.

 Fatias de pão Alentejano (de preferência de véspera)
1 cebola pequena
300 g de camarão
100 g de salmão fumado em lascas
2 dentes de alho
Poejos ou Coentros picados
Azeite q.b.
“Sabores do Mundo” Itália da “Margão”

Coza o camarão e reserve a água para demolhar as fatias de pão.
Refogue no azeite, a cebola bem picadinha e quando esta estiver lourinha junte os dentes de alho picados.
Descasque os camarões e pique alguns. Junte-os ao refogado salteando ligeiramente, junte depois o pão ligeiramente escorrido e bata de modo a ficar bem desfeito. Tempere de sal e com as especiarias “Margão” e junte as lascas de salmão.
Deixe apurar um pouco e retire do lume. Junte uma gema e as ervas aromáticas e envolva bem na açorda.
Sirva de imediato.


Beijinhos e um resto de dia muito FELIZ!

Açorda de Camarão

Como Alentejana, adoro tudo o que sejam açordas.

Esta é uma das minhas preferidas, de camarão e bem temperada/perfumada com coentros e alho.

Ingredientes:

1 pãozinho Alentejano (se possivel com 2 dias)
1 gema
Coentros
Camarão
Alho q.b

Coza o camarão e reserve a água demolhando nela o pão cortado em fatias. Faça um refogado com alho bem picado e frite ao de leve o camarão previamente descascado. Junte o pão bem escorrido e bata bem até ficar uma açora sequinha. Adicione coentros picadinhos e ao apagar o lume junte a gema, envolva rapidamente e sirva de imediato.

TENHAM UM BOM APETITE E UMA OPTIMA QUARTA-FEIRA!!
BEIJINHOS!!