Bacalhau "en papillote" com Batatas a Murro

Adoro bacalhau e, uma das formas mais apreciadas de o comer aqui em casa, é “en papillote” conseguindo desta forma, um peixe suculento e cheio de sabor.

Nesta receita pretendia um sabor cítrico forte e resolvi juntar a laranja. Espero que gostem da sugestão de hoje mais uma vez com o patrocínio da excelente marca Lusomar


4 postas de bacalhau Lusomar ( eu usei lombos)
3 dentes de alho laminados
1 colher de chá de pimentão doce Suldouro
1 colher de chá de pimenta rosa em grão
1 colheres de sopa de vinagre balsâmico
1 colher de sopa de casca de laranja, ralada ou picada
3 colheres de sopa de sumo de laranja
1 colher de chá de gengibre em pó Suldouro
2 tomates secos em tiras
2 ramos de salsa
Papel vegetal
Folhas de alumínio
Comece por colocar cada uma das postas de bacalhau, num quadrado de papel vegetal.
Por cima de cada posta, colocar os restantes ingredientes. Regar cada posta com um fio de azeite.

Fechar o papel vegetal e embrulhar depois cada posta, em papel de alumínio.
Levar ao forno pré-aquecido a 220ºC durante 20/25 minutos.


Espero que gostem da sugestão, beijinhos e boa semana!
Anúncios

Pudim de Ovos

Não há casa que não o faça e ocasião onde ele não esteja. O nosso célebre pudim de ovos.
Aqui fica o meu, feito um dia destes para matar o desejo do marido, uma vez que é um dos seus pudins favoritos.

750 g de leite
6 ovos

120 g de açúcar

Forma de pudim alemão da Metalurgica

Caramelo liquido para barrar a forma
700 g de água

Colocar no copo o leite, os ovos e açúcar no copo e misturar durante 10 seg./Vel.4.
Unte a forma do pudim com caramelo liquido. Deite nela o pudim, tape a forma com papel de alumínio e depois papel absorvente (para que absorva a água que se cria em cima).
No copo coloque depois as 700 g de água, a varoma com a forma de pudim e programar 40 min/Varoma/Vel.1.
Ou levar ao forno em banho-maria por 50 minutos. (foi o que fiz para usar a nova forma da metalurgica.

Para verificar se o pudim está pronto, basta espetar nele um palito a ver se sai limpo senão deixe por mais uns minutos.
Deixe o pudim arrefecer por pelo menos 1 hora antes de colocá-lo no frigorífico onde deve ficar até à hora de servir.

Salada de Arroz Selvagem com Romã e Abacate

A proposta de hoje é mais uma aventura com a parceria da Novarroz a quem quero uma vez mais, agradecer a gentil oferta deste arroz de excelência.

Desta vez chegou até mim, o Arroz do Mundo Oriente Selvagem que tem origem, principalmente, do Sul do Canadá.E é caso para dizer, que as aparências enganam pois, apesar de ser pouco atraente e algo enigmático, é um arroz excelente, de grão longo, fino e negro e que possui um sabor fumado e a frutos secos.
Este arroz é também em rico em vitaminas, proteínas e fibras, tem um baixo teor de gordura e não contem gluten.
Experimentem e vão ver o bom e delicioso que é este arroz e como vos vai surpreender pela positiva…

Para o molho:
2 colheres de sopa de cebolinho picado
1 colher de chá de raspas de laranja ou limão
1 colher de sopa de mel
2 colheres de sopa de sumo de laranja ou limão
1/2 colher de chá de gengibre em pó ou fresco ralado
1 pitada de sal
Pimenta preta moída Suldouro
2 colheres de sopa de azeite

Para a salada:
1 1/2 chávenas de Arroz Selvagem Oriente , cozido conforme as instruções da embalagem
1 chávena de bagos de romã
1 abacate
1 cenoura as rodelas (ligeiramente cozida)
2 tiras de pimento vermelho
1 colher de sopa, de cebolinho picado

Para fazer o molho:
Numa tigela pequena misture o cebolinho, as raspas e o sumo da laranja (ou limão), o mel, o gengibre, o sal, e a pimenta preta. Misture o azeite e reserve.

Para fazer a salada:
Numa tigela misturar o arroz previamente cozido, com os bagos de romã, o abacate em tiras, o pimento picado, a cenoura as rodelas e o cebolinho picado.

Adicione o molho apenas no hora de servir e tempere a gosto com sal e pimenta caso ache necessário.


Beijinhos e uma Feliz Sexta- Feira para todos que me visitam.  

Bolo de Azeite e Mel com Canela e Nozes

Numa casa cheia de filhos e um marido também guloso, tem de haver sempre um bolinho para todos mimar.

3 ovos inteiros
200 g açúcar amarelo
60 ml azeite
4 colheres de sopa, de mel
120 ml leite com 1 colher de sopa de sumo de limão
220 g farinha
2 colheres (chá) fermento em pó
1 colher de sobremesa, de canela em pó
1 pitada de flor de sal
100 g de nozes, picadas grosseiramente

Pré-aquecer o forno a 180º C. Untar muito bem a forma com manteiga e enfarinhar.
Misture o leite com o sumo de limão, reservar.

Tradicional:
Bata os ovos com o açúcar. Acrescente o azeite, o mel e o leite com o limão e bata apenas até obter uma mistura homogénea. Para uma outra tigela, peneire a farinha, o fermento em pó, a canela e o sal. Junte as nozes e envolva delicadamente os ingredientes secos na mistura de ovos.

Na Bimby:
Colocar a borboleta no copo e deitar os ovos inteiros.
Programar 3 min/ vel. 4/temp.37º. Depois, e sem temperatura, programar mais 3 min/vel. 4 juntando o açúcar.
Adiciona-se depois o mel, o azeite, o leite e as nozes picadas.
Mistura-se 15 seg/ vel. 3.
Por fim, junta-se a farinha peneirada com o fermento e a canela e o sal e envolve-se mais 15 seg/vel. 3.

Deite na forma e leve ao forno por cerca de 35/40 minutos.


Beijinho e boa Quarta-feira!

Filetes de Pescada ao estilo Asiático, em molho de Manteiga, Coentros e Limão

No passado fim de semana, e a convite da Dra. Ana Silva, fui conhecer a loja da Lusomar situada na foz, Porto.
A Lusomar é especialista em ultracongelados, com uma gama alargada de produtos próprios e multimarcas, com preços bastante competitivos, diversas promoções e ainda com vantagens associadas à utilização de um cartão de cliente.
A sua missão e os seus principais valores são a especialização em produtos ultracongelados, a variedade, a satisfação e fidelização dos seus clientes, a segurança e higiene nos produtos que comercializa e o atendimento próximo e personalizado. Pois foi com essa impressão que vim pois fui muito bem recebida, atendida e os produtos muito variados e da melhor qualidade possivel.
Dou-vos então a novidade que acaba de nascer uma parceria da marca com o meu blog que espero seja do agrado da Lusomar, tanto como o é para mim.
Visitem a sua página no facebook onde podem ficar a saber onde se situam as suas lojas e conhecer mais sobre a marca e os produtos que comercializa entre os quais os da Brasmar.
De entre o peixe que me foi oferecido, vinham estes filetes de pescada, grandes, branquinhos e sem espinhas.
A primeira receita que me ocorreu para fazer com eles foi esta, espero que gostem da sugestão:

Filetes de Pescada ao estilo Asiático, em molho de Manteiga, Coentros e Limão

4 filetes de pescada ultracongelados, da Brasmar
1 colher de sopa, de azeite
Sal e pimenta preta

Molho:
60 ml de água
120 g de manteiga
3 colheres de sopa de pasta de pimentão doce
1 pitada de gengibre fresco ralado
1 alho francês
1 ramo de aipo
Sumo de 1 limão
2 colheres de sopa, de coentros picados

Tempere os filetes a gosto.
Aqueça o azeite numa frigideira. Cozinhe o peixe por 4-5 minutos de cada lado, ou até que este descole facilmente.

Entretanto faça o molho:
Coloque a água, a manteiga, o pimentão doce e o gengibre ralado numa panela e deixe levantar fervura.
Adicione depois o alho francês e o aipo ás rodelas e o sumo de limão e cozinhe por 2 minutos.
Pouco antes de servir, adicione os coentros picados.

Coloque a pescada no prato onde vai servir, regue generosamente com o molho.
Sirva com arroz branco ou batata frita ás rodelas finas.

Tacos de Lentilhas com Salada de Grão

Ando cada vez mais ando entediada com a carne e entusiasmada com a comida vegan/vegetariana.
Não, não se assustem que o meu blog não vai mudar de tema e nem de receitas. Continuarão a aparecer os pratos de carne e peixe pois, com 4 filhos, isso seria uma tarefa diria, quase impossível mas não se admirem se virem publicadas, mais receitas ao estilo da de hoje.
Mais aficionado pelos pratos vegetarianos só mesmo o meu filho mais velho e confesso, que foi com ele que comecei mais nesta “onda”. A receita de hoje vai portanto nesse sentido, e resultou numa entrada bem saudável mas ao mesmo tempo deliciosa e simples, querem ver?




Para os tacos : 
1 copo de lentilhas vermelhas ou laranja  
1 copo de água 
1 colher de chá de sal 
1 dente de alho 
1/2 colher de chá de cominhos em pó (usei da Suldouro)
1 pitada de pimenta moída (usei da Suldouro )


Para a salada de grão (Recheio): 
1 lata de grão cozido 
1 pimento vermelho
2 tomates
1 cebola pequena
1 ramo de salsa picada
1/2 colher de chá de flor de sal








Preparação dos Tacos: 
Lave bem e mergulhe as lentilhas em água quente por 15 minutos. Deixe-as de molho por mais uma hora de modo a ficarem mais macias. Escorra-as bem e coloque-as no liquidificador com os restantes ingredientes até conseguir uma mistura cremosa. 
Aqueça uma frigideira e unte-a com manteiga. Deite nela  a massa suficiente para conseguir ou tacos de tamanho pequeno ou tacos maiores. 
Espalhe bem e deixe cozinhar por cerca de 4/5 minutos de cada lado ou até ficarem douradas.



Para o  recheio: 
Junte ao grão de bico cozido, os pimentos em tiras, os tomates e a cebola picada, tempere a gosto e polvilhe com salsa picada.



Sobre os tacos coloque uma quantidade generosa de salada de grão e sirva como entrada. 

Espero que gostem da sugestão.
Aproveito para vos desejar um bom fim de semana, beijinhos!

Doce de Manga e Tangerina

Mais um doce para terem sempre à mão e que é óptimo para comer com tostas ou barrar nas torradas…

2 mangas grandes e maduras
Sumo de 2 tangerinas e casca de 1
300 g de açúcar amarelo
1 pitada de gengibre em pó


Colocar no copo o açúcar com a casca de uma das tangerinas e pulverize 10 seg/Vel.8.
Junte depois as mangas cortadas em bocados, o sumo das tangerinas e o gengibre.
Programar 20 seg. em velocidade progressiva 5-10.
Programar em seguida 30 min/100 º/vel.2.
Guardar em frascos esterilizados.